Atendimento: (86) 3221-0099

NOTíCIAS

Clínica Dmi amplia espaços físicos e valoriza patrimônios históricos

A estrutura contará com novo setor de pequenas cirurgias e cardiologia

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 12 de novembro de 2020

Com a intenção de atender com maior excelência aos seus clientes, a Dmi está com mais uma novidade, a ampliação estrutural da clínica com disponibilização de serviços importantes para os pacientes, comodidade e espaços para a realização de pequenas cirurgias.

Além de prestar serviços importantes para os clientes com atendimento a todas as especialidades médicas e diversas áreas da saúde, a Dmi também possui um outro diferencial – a valorização em sua estrutura clínica de patrimônios físicos e preservação de imóveis com características históricas. O arquiteto Mauro Lopes, que está à frente das obras de ampliação da clínica, informa os detalhes arquitetônicos da obra.

“A ampliação da Dmi consiste em mais uma melhoria no atendimento dos clientes da clínica. Serão oferecidos espaços mais amplos e com mais conforto para atender serviços em um novo setor de pequenas cirurgias e parte da área de cardiologia. Consideramos importante a preservação de imóveis com características históricas e buscamos interferir o mínimo possível em seus aspectos originais”, disse.

A diretora da clínica Dmi Liliane Paz comenta que são grandes os benefícios da ampliação para os clientes e informa a importância do espaço e localização. “Os principais benefícios são o aumento do espaço físico, que vai ser muito importante para todos os clientes da Dmi. A ampliação é sempre algo muito bom e interessante para a empresa, porque prestamos um melhor atendimento, um espaço físico maior, comodidade e acessibilidade para podermos acolher da melhor forma a esses clientes”, relata.

image

Com previsão de finalização das obras até o final deste ano, pequenas cirurgias que eram feitas em um lugar acanhado, agora poderão ser realizadas em um local mais confortável, atraente e espaçoso. E o melhor, na principal avenida da cidade, a Frei Serafim. O arquiteto Gualberto Júnior explica a pretensão de se valorizar os patrimônios e manutenção física da clínica.

“A preservação do patrimônio está sendo obedecida em sintonia com a Fundação Monsenhor Chaves. No planejamento foram preservadas as características originais dos imóveis que compõem o conjunto arquitetônico da clínica. Foram criados novos eixos de circulação, a fim de tornar o uso das edificações o mais prático possível. Novos consultórios e ampliação das áreas de recepção também foram contemplados”, informa.