Atendimento: (86) 3221-0099

NOTíCIAS

Consultas anuais ao oftalmologista são essenciais para detectar e tratar doenças

Cerca de 34% da população adulta nunca realizou uma consulta com um oftalmologista

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 19 de março de 2021

Embora os olhos sejam um dos principais órgãos do nosso corpo, muitas pessoas não têm o hábito de cuidar deles devidamente ou realizar consultas oftalmológicas de rotina. De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) cerca de 34% da população adulta nunca realizou uma consulta com um oftalmologista e, durante a pandemia da Covid-19, houve uma redução significativa devido às dificuldades impostas pela crise sanitária.

Visitar um especialista em olhos ao menos uma vez por ano é muito importante para cuidar da visão, prevenir de doenças e, se detectado, realizar o tratamento adequado. O oftalmologista da clínica Dmi Wildaves Muniz fala da importância da realização regular de consultas.

“A visão é um sentido muito importante e sua perda impacta diretamente na qualidade de vida de um modo geral. É importante realizar consultas anuais ao oftalmologista para identificar possíveis doenças que possam afetar ao seu olho e a sua visão. Diante disso, não deixe para se consultar apenas quando perceber algum incômodo. Cuida da sua visão”, disse.

image

As principais doenças oculares, responsáveis pela maior parte dos atendimentos feitos no Brasil pelos oftalmologistas, são catarata, glaucoma, conjuntivite, retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade e erros de refração como miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia ou vista cansada. Doenças oculares são problemas oftalmológicos provocados por inúmeros motivos, desde causas genéticas até a hábitos e estilos de vida. A médio e longo prazo podem causar, entre outras coisas, dificuldade na visão e até mesmo, em casos mais graves, a cegueira. 

O médico Wildaves Muniz explica os principais cuidados higiênicos com os olhos e orienta a busca de um profissional qualificado. “Algumas medidas simples, mas importantes para higiene dos olhos são eficientes para a prevenção de doenças. A higiene ocular começa pela lavagem diária, deve-se lavar diariamente os cílios e as pálpebras com água corrente. Evite colocar as mãos nos olhos, principalmente sem lavá-las antes ou ter utilizado álcool gel. As mãos são os principais condutores para germes, como bactérias e vírus. Use óculos escuros em locais externos, para reduzir a exposição dos olhos ao vento, poeira e sol. O uso de colírios sempre pode ajudar, mantendo a lubrificação da superfície ocular e evitando a sensação de olho seco. Contudo, toda medicação deve ser prescrita pelo médico oftalmologista”, explica o profissional.