Atendimento: (86) 3221-0099

NOTíCIAS

Especialista explica transmissibilidade da Covid-19 durante o parto

A saúde materna, vitalidade fetal, dentre outros fatores precisam continuar sendo avaliados

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 11 de junho de 2020

A gravidez é um momento único na vida da mulher. Mas, em período de pandemia, o medo, as preocupações e questionamentos surgem sobre a contaminação do novo coronavírus. Desde que as gestantes foram classificadas como grupo de risco da doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS), os cuidados tiveram que ser ainda mais redobrados durante a gestação.

Uma das dúvidas é sobre a transmissibilidade da Covid-19 ao bebê durante o parto. A ginecologista e obstetra da Dmi, Cláudia Fontenele, informa se há chances da criança contrair o vírus durante o parto. "As comprovações ainda são muito poucas. Não se sabe ainda se essa transmissão é uteroplacentária ou por contato direto, ou seja, o contato que teve com a mãe ali no momento em que nasceu a criança. São poucos os casos e com isso ainda não temos essa definição", explica.

Gestantes que apresentam sintomas de síndrome gripal, tosse, coriza, falta de paladar e olfato, além de febre devem entrar em contato com o seu pré-natalista ou médico obstetra para ter uma orientação se necessita procurar uma urgência. Em isolamento domiciliar, as gestantes devem ficar no mínimo 14 dias em casa, usando máscara, com distanciamento mínimo de 2 metros dos outros residentes e evitando compartilhamento de objetos de uso pessoal.

É importante reforçar que as gestantes não podem abandonar suas consultas de pré-natal, pois a saúde materna, vitalidade fetal, dentre outros fatores precisam continuar sendo avaliados. Cláudia Fontenele ainda esclarece se a pandemia interfere na condução do parto normal ou cesáreo. "A via de parto é obstétrica. Então o obstetra vai avaliar as condições clínicas daquela mulher, esteja ela infectada ou não. Não é contraindicado o parto vaginal. Isso vai depender, obviamente, das condições clínicas da gestante no momento do parto", finaliza a especialista.