Atendimento: (86) 3221-0099

NOTíCIAS

Quarentena: meditação pode diminuir os efeitos do isolamento

Recomendada pela OMS, a meditação pode trazer benefícios para a saúde, reduzindo crises durante a quarentena por conta da pandemia de coronavírus.

Tamanho da letra:
A
A
Publicado em: 21 de maio de 2020

Se você está em casa em quarentena por conta da pandemia do novo coronavírus, que causa a Covid-19, pode estar passando por momentos de estresse ou tristeza. Uma das formas de diminuir os efeitos do isolamento social é fazendo meditação. Ela contribui com a saúde mental e é recomendada pela Organização Mundial da Saúde como forma de prevenir doenças, além de trazer benefícios comprovados no controle dos sintomas da ansiedade e depressão.

Se você nunca fez essa atividade, alguns aplicativos para celulares podem lhe ensinar e guiar a meditação. Siga algumas dicas para iniciar:

  • Sente-se confortavelmente com a postura ereta;
  • Coloque as mãos abertas sobre as pernas;
  • Com olhos fechados, tente esvaziar a mente;
  • Concentre-se apenas no ato de expirar e inspirar;
  • Mantenha a respiração devagar e profunda;
  • Preste atenção se seus ombros ou mãos estão tensionados e relaxe;
  • No final da meditação, abra os olhos devagar e permaneça sentado por alguns minutos;
  • Levante-se devagar.

O ideal é manter uma rotina diária de 20 minutos de meditação. No começo pode ser difícil “desligar”, principalmente se houver muito barulho ao redor. Não se pressione, vá no seu tempo. Vale lembrar que existem outras formas de reduzir os efeitos do isolamento, e cada pessoa pode se beneficiar por meio de atividades diferentes. O importante é encontrar uma que seja compatível com você e encarar esse período da melhor maneira possível.

Fonte: Portal Drauzio Varella